Moratória do Estado alargada ao crédito pessoal e aos emigrantes

Publicado 28 Maio 2020

O Governo prepara-se para estender a moratória pública do crédito, mas também alargá-la a contratos de consumo e empréstimos de segundas habitações, abrangendo assim os emigrantes. A intenção do Governo passa por estender a atual moratória pública, para além de setembro, possivelmente até final do ano. Para alguns setores mais frágeis, no atual contexto de crise pandémica, há mesmo a possibilidade de o prazo da moratória ser alargado até ao final do primeiro trimestre. Além da extensão no prazo, está também em cima da mesa o alargamento da moratória pública ao crédito ao consumo, como saúde e educação, a contratos que estão atualmente abrangidos apenas pelas moratórias privadas. O desenho final está ainda em discussão e poderá haver alterações até à aprovação.

 

Ver notícia completa em ECO Online